Vencedores do Desafio Agro Startup são premiados na Tecnoshow Comigo

  • Data: 12/04/2018

whatsapp image 2018 04 11 at 15.47.18A proposta Implanta Intercred foi a grande vencedora da 1ª edição Desafio Agro Startup. A cerimônia de premiação ocorreu nesta quarta-feira (11), no estande do Sistema Faeg Senar e Sebrae Goiás, na Tecnoshow Comigo, em Rio Verde (GO). O programa é uma inciativa do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Goiás (Senar Goiás), Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg) e Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae Goiás), que busca trabalhar sob a forma de competição modelos de negócios, capacitações e mentorias para criação de ideias inovadores para o agronegócio. O segundo lugar ficou para a Monitorar e o terceiro para a startup Boidez.

De acordo com o diretor Executivo da Implantar, Rômulo Prudente, que também é o idealizador do projeto, a proposta buscou criar uma ferramenta que simplifica o processo e gerar oportunidade de crédito, com mais pessoas investindo no produtor. “A indústria de insumos, um banco, uma seguradora, têm interesse em adiantar insumos para garantir que o produtor faça a produção, mas algumas vezes têm dificuldade, porque o processo de controle é complicado”, explica.

Segundo ele, hoje o processo ainda é manual e a ideia da startup é modificar esse cenário. “A nossa empresa já atua com distribuidores, com indústrias de insumos, e percebe que eles não usam softwares porque é burocrático, difícil de controlar, e acabam fazendo isso no Excel, no Word. Então, estamos desenvolvendo uma solução que vai simplificar e melhorar a segurança para quem empresta o recurso.” Como prêmio, três integrantes da equipe ganharam uma viagem ao Vale do Silício, nos Estados Unidos, além de capacitações oferecidas pelo Sebrae.WhatsApp Image 2018 04 11 at 15.47.19

A startup Monitorar ficou em segundo lugar, com a proposta de monitorar o consumo de energia elétrica de irrigantes em tempo real. Já em terceiro, ficou a Boidez, que tem a proposta de orientar pecuaristas na compra, venda e controle da reprodução animal, oferecendo análise fenotípica por imagem. Representantes de empresas como a Monsanto e a Totvs compuseram a mesa de jurados participando do pitch que aconteceu no estande Faeg Senar Sebrae, no período da manhã. Se apresentaram, além das finalistas, as startups Boom do Brasil, Cesto Orgânico, Pec Insumos, Pecus, Qualimeat, Resenhar, Servitec e Dronet.

Para o presidente do Sistema Faeg Senar, Zé Mário, o Desafio Agro Startup é uma semente lançada em solo fértil recheada de boas e novas ideias para o setor agropecuário. “Todos os envolvidos de forma direta e indireta ao longo do desafio estão de parabéns. Vocês desenvolveram ideias inovadoras que contribuíram decisivamente para o desenvolvimento do agronegócio goiano, brasileiro e internacional”, destacou o presidente.

WhatsApp Image 2018 04 11 at 15.47.16Segundo o superintendente do Senar Goiás, Antônio Carlos de Souza Lima Neto, o programa foi criado com o intuito de estimular negócios que trazem soluções eficientes para o mercado. Segundo ele, mais de 110 ideias foram avaliadas durante o processo e, na última etapa, 12 concorreram pelos primeiros lugares. O desafio foi estruturado em quatro fases, sendo elas a capacitação, seleção inicial, mentorias e final.

A gestora de Agronegócio do Sebrae Goiás, Agma Couto, conta como será a próxima edição do Desafio Agro Startup. “Queremos trabalhar propostas que buscam mostrar os gargalos que os produtores rurais enfrentam no campo. Onde eles estão, traçar soluções e buscar ideias que possam minimizar estes desafios. A proposta é reunir estas dificuldades e segmentar possíveis soluções e projetos que possam auxiliar os principais anseios dos produtores”, destacou.

Comissão julgadora

Horas antes do resultado dos vencedores, uma banca de jurados compostas por representantes da TOTVS, Monsanto, GTP – Grupo Tron Par, Instituto Gyntec, Senior Advanced, Comigo, Embrapa Arroz e Feijão, Sebrae Goiás, Senar Goiás, John Deere, Pastar, Senar Central, Morgan Sementes e Biotecnologia e Ifag fizeram a avaliação dos 12 projetos selecionados para o desafio final. Os critérios de avaliação foram grau de inovação, potencial de mercado, relevância da solução para o problema apresentado, modelo de negócio e equipe do projeto.

Texto: Assessoria de Comunicação do Sistema Faeg Senar

Fotos: Larissa Melo e Fredox Carvalho