Cheirinho de Sucesso em Piancó

  • Data: 09/01/2018

foto sO sabonete artesanal, diferentemente do industrializado, que encontramos sendo comercializado em farmácias ou supermercados, apresenta diferenças que chamam a atenção de quem busca um produto de qualidade. Foi observando claramente as exposições feitas no treinamento de Produtos de Limpeza e Higiene, do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar Goiás), que Eliete Mendes Moreira Jorge, a filha Ana Carolina Jorge e as amigas Ilzeni Mascena e Valéria Tomaz viram uma oportunidade de negócio, na produção de sabonetes e outros tipos de produtos artesanais.
O treinamento de Promoção Social, do Senar Goiás, foi promovido juntamente com o Sindicato Rural (SR) de Anápolis para as moradoras da comunidade Piancó, localizada na região de Anápolis. As capacitações do Senar têm como objetivo apresentar conhecimentos que contribuam com o desenvolvimento rural, social e econômico das famílias do campo. Em Piancó, a Associação de Produtores Rurais conta com cerca de 60 produtores cadastrados. A presidente da Associação, Eliete Mendes, afirma que já participou de vários cursos e treinamentos, porém, foi no último que ela resolveu investir. “Percebemos que as pessoas estão procurando usar produtos naturais e orgânicos, que não agridem a saúde da pele e dos cabelos. Além de proporcionar outras vantagens, como fins terapêuticos ”, observa.

Mercado
Eleiete explica que os produtos estão sendo bem aceitos no mercado, no entanto elas dividem o tempo de produção com a organização e estruturação da empresa que já tem até nome: Herbal. “Estamos focadas na fase de investimento e divulgação. Os ingredientes naturais têm um custo alto e o retorno financeiro ainda é pequeno, mas estamos otimistas. Também gastamos muito tempo com a parte burocrática de organizar a documentação da empresa”, explica. Com fragrâncias e ingredientes naturais como alecrim, camomila, calêndula, extrato de aveia, aroeira e copaíba, as arrojadas de Piancó produzem sabonete líquido ou em barra, hidratantes corporais, esfoliantes, manteiga corporal, shampoo para todos os tipos de cabelo e aromatizador de ambiente. Segundo Eliete, alguns dos produtos possuem fins terapêuticos como o sabonete de barbatimão, indicado para queda de cabelo, o de flor de São João, que auxilia no tratamento de psoríase e vitiligo, o de água de arroz para clareamento da pele do rosto e outros. Para a presidente da Associação de Produtores Rurais de Piancó, os cursos do Senar Goiás oferecidos em diversas áreas são a base de informação e conhecimento que podem estimular o produtor rural a se capacitar e até abrir o próprio negócio. “Os cursos vieram para agregar e incentivar os produtores rurais.

Fabricação

A produção de sabonete natural tem início com a seleção de óleos e manteigas vegetais, que são rigorosamente equilibrados em uma fórmula personalizada. Ao processo adiciona-se água filtrada e demais ingredientes para a “saponificação”, que nada mais é que o resultado da alquimia para a criação do sabonete. No curso do Senar Goiás, os alunos aprendem ainda sobre a fabricação de água sanitária e alvejante, purificação de gorduras, base glicerinada, aromatizante de ambiente, sabão sólido e sabonete líquido para as mãos. O quarteto de Paincó não perdeu tempo e de forma simples, mas com muita vontade de empreender elas começaram a produzir os produtos e também comercializar. O treinamento de Produção de Higiene e Limpeza é ministrado em um dia por um instrutor do Senar Goiás, para alunos com mais de 18 anos. As turmas são montadas pelo mobilizador do sindicato rural do município. A capacitação é totalmente gratuita. Além de sabonetes artesanais, os alunos aprendem a fazer outros produtos de limpeza que podem ser comercializadas.

Fotos: Fredox Carvalho